• Maycon Douglas

Impactos da quarentena no setor florestal!


A COVID-19 tem provocado inúmeras consequências, além de afetar a saúde geral das pessoas causa diversos problemas em âmbitos econômicos, políticos e sociais. Por exemplo o grande medo instaurado e propagado que faz com que vejamos o próximo de maneira receosa, assim como o aumento do desemprego e o impacto negativo nas exportações e importações.


No ramo florestal, como em todas as outras áreas, o desemprego cresceu exponencialmente comparado aos anos anteriores, já que muitas indústrias e empresas fecharam suas portas temporariamente por conta do isolamento. Além dos trabalhos que são feitos em grupos, como a maioria dos que envolvem a área florestal são ainda mais difíceis de se realizar, pelos novos cuidados requeridos com o momento, demonstrando assim alguns dos impactos da quarentena no ramo.


Aprofundando um pouco mais o tema, instituições que tiveram suas portas fechadas agora voltam a funcionar com número restrito de funcionários e com os devidos cuidados que o tempo demanda, como álcool em gel e máscaras para todos. Dessa forma, a produção é reduzida e impacta diretamente os números de importações e exportações, principalmente de produtos florestais e não florestais, que já tem seus serviços dificultados ou até impedidos com as novas regras de distanciamento. Inúmeros países e estados não possuem condições de investir em produtos de fora no momento.


A concessão é, de forma simplificada, uma terra “emprestada” pelo governo para um cidadão por um tempo determinado, sob as condições de que esse deve produzir de forma sustentável e devolver a terra da mesma maneira que foi entregue, além de ter que pagar uma taxa para aquele que cedeu a propriedade. Dito isso, esse setor foi especialmente prejudicado e já que não se pode mais possuir um grande número de trabalhadores, a produção foi afetada de forma negativa. Apesar de tudo, o proprietário temporário ainda deve pagar o mesmo valor ao governo, sendo lesado de certa forma, visto que seu produto não se vende, nem se produz como antes.


De forma geral, o setor florestal foi sim afetado de maneira negativa, o que não invalidou os seus serviços, visto que alguns itens continuam parte das necessidades básicas ou são intensivamente procurados como papel e derivados da celulose de forma geral, já que o consumo desses aumentou durante a pandemia.

58 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo